quinta-feira, 5 de junho de 2008

Por hoje

Hoje, o que eu sinto, é o temor de nada sentir.
Que meu coração grite, com toda a sua coragem, e se deixe chorar.

2 comentários:

Carina disse...

Estava procurando pessoas que pensavam assim como eu sobre ignorância, e encontrei teu blog na primeira página da google, com um texto postado no dia 17 de Janeiro de 2008, uma quinta feira. O texto é lindo! E me fez pensar muito sobre tudo que havia ali... Adorei o teu blog e agora virei sempre aqui.

Anônimo disse...

Que saudade da sua escrita!!!
bjs
Dulce