quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Joseph. Meu nome de golfinho é Joseph.

Queria estar escrevendo mais. Me culpo diariamente por isso. Mas ando muito ocupado ultimamente. Tenho sido golfinho em toda e qualquer hora vaga. Explico.
Descobri um jogo de Internet, desses boquetinhas, em que não se ganha ou se perde, em que se é um golfinho que nada pelos mares afora, salta, chega em Marte, faz acrobacias e coisas assim. Existe a opção “Nado Livre”, sem tempo para esgotar, e isso me pegou em cheio. Bateu direto no meu arquétipo “Fernão Capelo Gaivota”, sabe? Esse voar o mais alto possível, essa liberdade incondicional, esse não pensar em nada... Meu Deus, estou viciado nessa porcaria! Cérebro direito dominando o pedaço. E assim, emburrecido por ser golfinho, não leio, não escrevo, não penso, mas entendo melhor essa geração de gamers e internautas maníacos, em busca do princípio do prazer a todo momento.
E assim estou ultimamente, a quem se interessar em saber: dirigindo peça ali, cantando acolá, enlouquecendo por aqui, já pensando na retrospectiva 2008, já fazendo resoluções para 2009, planejando praia e sol, preparando festas e shows de final de ano, sonhando ouriços, querendo natalinizar minha casa, buscando espaço de trabalho, roteirinizando idéias, morrendo em Veneza, preenchendo formulários, me estruturando para “eu vou estar sendo doutorando”, guiando cheiro de novo, ligando pelo botão, amando, e sendo golfinho!
Pelo menos me sinto um ser humano mais simpático quando sou golfinho...

3 comentários:

Luciana Vale de Castro disse...

Perguntinha inevitável... o joguinho fica num site, como o do Pinguim ? Qual a url ? :)

Anônimo disse...

De acordo com seu massagista Fernando, há uma razão pra querer ser golfinho. E a sua eu sei qual é.

Beijos da Shamu que te ama!

Menininha bossa-nova disse...

Oh fuck.


Mas agora, com esse texto, o joguinho ficou até mais bonitinho...

Eu já fui viciada em Bejelwed. Jogava horas.

Agora, sou uma pessoa completamente livre dos vícios dos jogos.

Hahahahahahahahhahahaahahahaha.