domingo, 2 de março de 2008

O Problema

O problema é o equilíbrio. E vem a marcha. E está tudo bem.
O problema é o pequeno carrinho. E vem a festa. E está tudo bem.
O problema é a nota da prova. E vem o azul. E está tudo bem.
O problema é a bola na rede. E vem a água. E está tudo bem.
O problema é o beijo na boca. E vem a língua. E está tudo bem.
O problema é os pêlos crescidos. E vem a barba. E está tudo bem.
O problema é a ressaca do álcool. E vem a cura. E está tudo bem.
O problema é o nunca do sexo. E vem o próprio. E está tudo bem.
O problema é o fazer do amanhã. E vem a glória. E está tudo bem.
O problema é o adeus aos amigos. E vêm os outros. E está tudo bem.
O problema é as forças armadas. E vem a hérnia. E está tudo bem.
O problema é a locomoção. E vem o carro. E está tudo bem.
O problema é o exame final. E vem o canudo. E está tudo bem.
O problema é a falta de exames. E vem o dinheiro. E está tudo bem.
O problema é o bando de impostos. E vem o banco. E está tudo bem.
O problema é o dente do siso. E vem o dentista. E está tudo bem.
O problema é a viagem dos sonhos. E vem a outra. E está tudo bem.
O problema é a falta de teto. E vem as paredes. E está tudo bem.
O problema é as paredes vazias. E vêm os móveis. E está tudo bem.
O problema é a filantropia. E vem o pão velho. E está tudo bem.
O problema primeiro é o como. O segundo é o quem. E está tudo bem.
O problema terceiro é o onde. O quarto é o quando. E está tudo bem.
O problema é o anel num dos dedos. E vêm as crianças. E está tudo bem.
O problema é a falta de leite. E vem a chupeta. E está tudo bem.
O problema é o grande carrinho. E vem o pequeno. E está tudo bem.
O problema é a falta de sexo. E vêem os filmes. E está tudo bem.
O problema é o desejo proibido. E vem o segredo. E está tudo bem.
O problema é as dores no peito. E vem a aspirina. E está tudo bem.
O problema é o devia ter feito. E vem o futuro. E está tudo bem.
O problema é o anonimato. E vem o sorriso. E está tudo bem.
O problema é a falta de rumo. E vêm os limites. E está tudo bem.
O problema é a mente vazia. E vem o passado. E está tudo bem.
O problema é ser insatisfeito. E vem a preguiça. E está tudo bem.
O problema é a memória que é fraca. E vêem as fotos. E está tudo bem.
O problema é o corpo cansado. E vem o ginseng. E está tudo bem.
O problema são poucos problemas. E vem o suspiro. E está tudo bem.
O problema é estar tudo bem. E vem um problema. E estará tudo bem.

O problema primeiro será. Depois logo é. E então já não há.
E quando o problema não há. Não há como ser. E, então, partirá.

3 comentários:

Anônimo disse...

Depois desta "solicionática", quando problema em minha vida estiver, vou tentar que ele logo fosse e então não mais houver.
Bjs
Dulce

Anônimo disse...

Ops, desculpe: "solucionática"
Bjs
Dulce

Juliana disse...

Gosto!

Finalmente, opinando aqui...

Besos!